Curvex – Inimigo ou Aliado?

Bom dia, bom dia, bom dia!

Meus amores espero que todos tenham tido uma virada de ano maravilhosa, com muito amor, muita saúde e muita paz! Que 2017 seja maravilhoso para todos!

Hoje quero começar nossa conversa falando sobre o Curvex. Esse temido objeto na hora do make nada mais é do que um instrumento que nos ajuda a dar curva aos nosso cílios. Quem o vê pela primeira vez, fica com o pé atrás, mas gente não se assuste! Ele faz a diferença no nosso make! Não existe mascara de cílios que os deixe curvados. Existe sim, as que dão volume e alongam. Agora, quem quiser o efeito curvado, faça amizade com esse instrumento e vai arrasar!

Para quem vai usar pela primeira vez, eu aconselho tomar certo cuidado, pois quando não se tem a prática é normal beliscar a pálpebra. Tome cuidado para não colocar o aparelho além da raiz dos cílios.

curvex-1

Uma dica que eu nunca tinha feito e que eu testei e achei ótima, é esquentar um pouco o curvex antes de usar. Faço isso com o secador, mas cuidado antes de colocar próximo ao olho teste no braço para sentir o calor e não queimar a pálpebra. Percebi que, esquentado, os cílios ganham forma mais rápido e é mais duradouro.

O ideal é colocar o curvex o mais próximo possível da raiz dos cílios, mas como citei logo acima, cuidado para não ultrapassar e beliscar a pálpebra. Com os olhos abertos, e os cílios LIMPOS, posicione a abertura do curvex o mais próximo da raiz dos cílios superiores e feche o aparelho. Pressione-o levemente e só depois disso aperte com mais força. Segure por aproximadamente 10 segundos e solte com cuidado. Se você puxá-lo enquanto pressiona os fios, pode acabar arrancando e quebrando os pelos.

Jamais use o curvex após aplicar a mascara de cílios, pois eles irão estar modelados e endurecidos, o que vai ocasionar a quebra do cílios, pela pressão do aparelho. Devemos sempre observar a borracha do aparelho, sempre antes de usar procurar limpar com álcool, pois na borracha podem acumular bactérias, causando alergia na pele e nos olhos.

Muitos acidentes de quebra de pelos acontecem justamente em função da borrachinha, que acaba se desgastado com o tempo e acumulando resíduos. O ideal é trocar a cada 6 meses, ou quando começar a esfarelar.

curvex-2

Espero que tenham gostado…

Ana Paula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *