Arquivo da tag: DIY

Cartão de Natal – Árvore de Natal

Eu sou uma pessoa à moda antiga, que adora receber do carteiro cartas e cartões, muito mais do que um e-mail ou mensagem de Whatsapp.

E por ter tanto carinho por essa forma de comunicação, todo ano procuramos enviar aos amigos mais próximos cartões desejando boas festas, agradecendo pela amizade e cumplicidade ao longo do ano que se passou…

Com o crescimento das crianças vi que poderia envolvê-las ainda mais nesse momento ao chamá-las para participarem da confecção dos cartões, já que a minha pequena não pode contribuir escrevendo neles, como já o faz o mais velho.

Eles adoram participar, pois sabem que trata-se de algo especial e com muito amor envolvido, e por isso ajudaram com muito empenho nos cartões de dedões e nos de mais cartões de Natal que confeccionamos em 2015.

Esse ano não foi diferente! Do jeitinho deles, tive muita ajuda na hora de fazer as bolas dessa árvore que foi o destaque dos nossos cartões de Natal de 2016.

O resultado eu compartilho aqui com vocês, na esperança de estimulá-los também  se dedicarem um pouquinho a escrever cartões de agradecimento àqueles que fizeram a diferença em suas vidas nesse ano que está por se findar.

Material necessário:

Cartolina branca

Cartolina laminada verde

Cartolina laminada amarela

Cartolina laminada vermelha

Cola (preferencialmente de E.V.A, pois não enruga o papel)

Furador de papel

Régua

Lápis

Folha de rascunho

Como fazer:

Em uma cartolina, meça um retângulo. As medidas que usei no meu foram 24cm de largura por 16cm de altura.

Faça marcas ao longo do mesmo. Com um lápis, meça 6 cm em direção ao centro, a partir de cada borda.

Após recortá-lo, dobre as laterais na marca dos 6cm, de forma que as mesmas se encontram no centro, formando, portanto, dobras de 6 cm sobre uma área (base) de 12 cm. Reserve.

Na folha de rascunho desenhe uma árvore de Natal com, no máximo, 16cm de altura e 12cm de largura. Para que esse desenho fique simétrico, sugiro fazer o desenho de apenas um dos lados. Dobre a folha e recorte deu molde. Desas forma, quando você o abrir terá uma árvore simétrica.

m_img_8919

m_img_8920

Desenhe-a sobre o verso (lado branco) da cartolina metálica verde. Lembre-se de fazer a marca do centro da árvore. Recorte-a e, após, corte-a na marca central, dividindo-a em duas partes idênticas.

m_img_8922

Cada uma dessas partes da árvore será colada, cuidadosamente, sobre a dobra branca que fica no topo do cartão (sua “face”), de forma que ao fechá-lo, a árvore se torne uma novamente. Reserve.

m_img_8927

Com o auxílio de um furador de papel faça várias “bolinhas” na cartolina laminada vermelha, e cole-as sobre a árvore de Natal. Essa, com certeza, é uma das partes favoritas dos pequenos! Então não se esqueça de pedir ajuda a eles!

Enquanto espera a cola secar, faça um molde de uma estrela (no formato que desejar) na folha de rascunho. Recorte-a e transfira esse desenho para o verso da cartolina laminada amarela.

A estrela não precisará ser dividida em duas. É opcional nesse caso. Mas lembre-se de que ela deverá ser colada em apenas um dos lados do cartão.

O cartão fechado formará uma única e completa arvore de Natal, que quando aberto a dividirá ao meio, para dar vez às palavras de afeto, carinho e gratidão que você e sua família poderão escrever em seu interior.

m_img_8944

m_img_8943

Espero que tenham gostado! Lembre-se de compartilhar conosco as suas fotos, que irão para nosso Facebook e Instagram!

Beijinhos e até a próxima!

Michelle

OBS: As cartolinas laminadas podem ser substituídas por E.V.A. com glitter/brilho. O custo é bem maior, mas o efeito é lindo! Apenas não se esqueça que, se for enviar os cartões pelos Correios, como é o nosso caso, quanto menos volume tiver melhor, pois assim o risco de estragar o cartão é menor!

Contagem regressiva para o Natal – Papai Noel

Essa época do ano causa muita ansiedade nas pessoas, independentemente da idade. É fim de aula na escola e na faculdade, provas, férias, dentre tantas outras coisas mais.

Talvez a maior ansiedade das crianças, no entanto, seja quanto à chegada do Natal! E para os pequenos, essa ansiedade é difícil de ser controlada, de forma racional, já que dependendo da idade não é possível ter a noção de tempo.

Pensando nisso, e no verdadeiro significado do Natal, no ano passado fizemos em casa a Contagem Regressiva para o Natal com base na verdadeira história, e dia após dia, conforme essa linda data ia se aproximando, as crianças podiam aprender mais sobre o nascimento de Cristo.

Esse ano fizemos um mini calendário temático, à base de E.V.A.. Assim a nossa caçula não apenas tem uma noção melhor do tempo que falta até a chegada no Natal como também acaba por reforçar seu aprendizado quanto aos números.

E o legal disso tudo, como sempre digo, é poder colocar as crianças para fazerem tudo junto conosco, tanto para que haja um tempo de qualidade em família, como para que esse momento seja celebrado com mais amor, intensidade e comprometimento.

Materiais necessários:

  • E.V.A vermelho
  • E.V.A branco
  • Tinta guache cor da pele (da sua preferência)
  • Pincel
  • Caneta permanente preta
  • Caneta permanente vermelha
  • 10 a 15 cm de fita
  • Cola de E.V.A.
  • Tesoura
  • Lápis
  • Papel branco (rascunho)
  • Algodão branco

Modo de fazer:

Em uma folha em branco, faça o desenho que mais lhe agrada de um Papai Noel. Não é preciso fazer o gorro dele, mas desenhe a base branca do mesmo.

Transfira esse desenho para o E.V.A. branco. Não tem segredo. Basta colocar a folha em branco sobre o E.V.A. e refazer o contorno do Papai Noel com um pouco mais de força, para marcar. Corte ao redor.

Você também pode fazer o desenho diretamente no E.V.A. branco,  mas nesse caso considere usar o verso para finalizá-lo se houver traços equivocados, pois esses dificilmente serão apagados em definitivo.

Com o auxílio de um pincel, pinte com a tinta guache o rosto do Papai Noel.

m_img_8894

Após a tinta secar, use a caneta preta para realçar os detalhes do contorno da barba, do cabelo, da base do gorro e ao redor do rosto. Faça os olhos do Papai Noel.

Sobre o E.V.A. branco desenhe um “pompom” e “nuvens” compridas e pequeninas.

Reserve o pompom, que será usado no gorro do Papai Noel, e cole as “pequenas nuvens” acima dos olhos dele para que elas forem as suas sobrancelhas!

No E.V.A. vermelho desenhe o gorro do Papai Noel, deixando uma parte um pouco mais comprida para baixo, a fim de que a mesma possa ser colada na parte de trás do E.V.A. branco.  Você precisará desenhar, ainda, um círculo ovalado. Recorte-os!

Faça o contorno do gorro vermelho e da circunferência vermelha, que servirá como nariz do Papai Noel.

Cole-as.

Com o auxílio de um objeto redondo (pode ser uma taça de licor ou uma moeda e R$ 1, por exemplo), meça aproximadamente 24 círculos na barba do Papai Noel, não se esquecendo de deixar espaço, no topo, ao centro, para a boca dele, que poderá ser desenhada antes ou após a definição dos círculos (eu preferi depois para saber o tamanho que precisaria ser feita).

Após medir os 24 círculos, defina-os com a caneta permanente preta.

No centro de cada círculo coloque um número, de 1 a 23, em caneta preta. Ao final, escreva o 24 em vermelho, para que ele possa se destacar, em razão de sua importância.

m_img_8932

Por fim, cole a fita de cetim no verso do gorro do Papai Noel para poder pendurá-lo, preferencialmente em um lugar acessível às crianças!

m_img_8930

A ideia é colar uma bola de algodão branco em cada dia, conforme os dias forem passando, para que os pequenos possam fazer a contagem até o dia 24, noite de Natal.

m_img_8928

Ao fim, você terá um Papai Noel com a barba toda fofinha, pronto pra celebrar o Natal!

m_img_8929

Espero que tenham gostado! Não esqueçam de compartilhar conosco suas fotos!

OBS: Escrevi os números de forma aleatória de propósito, para que a minha filha pudesse focar nos números, reconhecendo-os, e não que seguisse uma ordem sequencial, sem racionar. Dessa forma fixamos em sua mente o aprendizado de cada número.

Caixa de MDF forrada com tecido – por Linete Farah

Uma caixa de MDF forrada com tecido pode ser uma ótima opção para organizar suas coisas em casa, dentro do armário, ou simplesmente para guardar papéis e outros itens mais em prateleiras, contribuindo, ainda, para a decoração do lar.

E que tal presentear com essas caixinhas? Pode ser no aniversário, no chá de bebê, de panela, para as madrinhas de casamento ou nascimento… A caixa (que pode ter o tamanho que você quiser) por si só já é um lindo presente. Mas você pode sempre agregar inserindo em seu interior fotografias, sachês, toalhinhas, balas, chocolates, dentre muitas outras coisas mais.

Aprenda a fazer a sua com o passo a passo abaixo e não se esqueça de nos enviar as fotinhos quando estiver pronta! Adoramos compartilhar no Facebook e Instagram!

Material:

m_1Caixa MDF (não importa o tamanho, o procedimento é o mesmo)

Tinta branca à base d’água

Lixa d’água fina (sugestão: n° 400)

2 tecidos diferentes (se preferir tudo igual não tem problema – é questão de gosto!)

Fita métrica

Régua

Tesoura

Tubo de cola branca

Pincel de cabo amarelo (a cerda é mais grossa e espalha melhor a cola)

Preparando e montando a caixinha:

Passe uma demão de tinta branca na caixa. Espere secar e lixe toda caixa para retirar as imperfeições. Dê uma segunda demão de tinta. Essa nova camada é necessária para que não haja mudança de cor no tecido a ser colado. Espere secar e reserve a caixa.

m_img_7917

Escolha dois tecidos que façam um composé bonito.

Meça as laterais da caixa pelo lado de dentro, bem encostadinho ao fundo e contorne com a fita métrica até o outro lado, também rente ao fundo. Repita esse procedimento dos dois lados da caixa (caso não seja quadrada), anotando as medidas.

Meça o fundo de “parede a parede”, anotando as medidas.

Transfira essas medidas para o tecido e recorte-o. Cada parte (laterais e fundo) terá um pedaço distinto de tecido, de acordo com as suas medidas.

Centralize a caixa sobre o tecido de modo que as medidas sejam exatamente iguais em todos os lados. Com o auxílio de um lápis, marque um ponto no tecido em cada quina da caixa. Isto é necessário para que após passar a cola na caixa, você tenha novamente a referência de onde estava a caixa, sobre o tecido, exatamente.

m_8

Passe uma camada fina de cola na base da caixa. Ao colocá-la sobre o tecido, de acordo com os pontos marcados, alise-o bem para não ficar enrugado.

Agora vamos colar os lados, um de cada vez, também com uma camada fina de cola. Cole um lado e, depois, o seu lado oposto. Não esqueça de esticar sempre o pano quando estiver colando-o.

Com o auxílio de uma régua e um lápis marque o tecido para conseguir encaixá-lo por dentro da caixa. Faça o mesmo procedimento em todos os lados.

Com uma tesoura, corte os lados do tecido já colado para que os outros dois lados possam ser colados sem que haja sobras de pano.

m_17

Agora vamos colar o fundo (interior) da caixa. Lembre-se sempre de passar uma camada fina de cola, certificando-se de que você estará passando cola em todos os cantinhos da caixa e, então, fixe o tecido no fundo. Com os dedos, acomode o tecido nos cantos da caixa e com a ajuda de uma régua alise bem esse pano.

O mesmo procedimento adotado na base, para a medição, recorte e colagem do tecido, deverá ser adotado para a tampa da caixa.

Se necessário, na junção do tecido passe com o dedo uma camada leve de cola para que tudo seja perfeitamente colado, evitando a exposição dos arremates.

Aguarde a secagem completa do tecido na caixinha e pronto!

Dica: Você também pode fazer apliques sobra a caixa, com feltro, de acordo com o tema da sua decoração ou festa (chá de cozinha ou bebê, maternidade, casamento…).

m_img_7919

 

Linete

 

Linete Farah
Professora por formação
Artista por vocação
Culinarista de mão cheia
Super mãe e avó